Até R$ 20 mil de subsídio: conheça o Programa Nossa Casa

Até R$ 20 mil para conquistar o apê próprio: conheça o Programa Nossa Casa

Você já ouviu falar do Programa Nossa Casa? 

Existente há 11 anos, o programa, do Governo do Estado do Espírito Santo, ganha, agora, uma nova roupagem, que vai te garantir um subsídio complementar ao do Minha Casa, Minha Vida, de até R$ 20 mil!

É a sua chance de realizar o sonho do apê próprio com mais subsídio!

Neste post, separamos tudo o que você deve saber sobre o programa, o que é preciso para participar dele e tiramos todas as suas dúvidas sobre como adquirir o seu Morar com mais esta ajuda financeira do Estado. 

Continue lendo para saber mais!

O que é o Programa Nossa Casa?

Criado pela Lei n° 9899/2012, o programa Nossa Casa tem o objetivo de “reduzir o déficit habitacional nos municípios capixabas e promover o acesso da população urbana e rural de baixa renda à moradia digna”, de acordo com informações da Secretaria de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), vinculada ao Governo Estadual. 

Na prática, foi anunciado, em 2023, que o Governo irá fornecer um subsídio de R$ 20 mil para que você possa realizar o seu sonho do apê próprio, desde que este esteja enquadrado no Programa Minha Casa, Minha Vida, e seja financiado pela Caixa Econômica Federal. 

Juntando o valor do Nossa Casa, que conta com recursos do Governo do Espírito Santo, com o valor do Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, e que pode chegar a até R$ 55 mil, o subsídio total pode chegar a até R$ 75 mil. 

Bom, não é? 

E você e sua família podem se beneficiar disso!

Quem pode participar do Programa Nossa Casa

O auxílio do Programa Nossa Casa é destinado à compra de imóveis entre R$ 190 mil e R$ 245 mil a unidade. 

Pelas regras atuais do programa, podem participar famílias capixabas com renda de até três salários mínimos, inscritas no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico), ou no Programa Bolsa Família, que não possuam imóvel residencial.

Para garantir o subsídio, o Estado fará um aporte financeiro junto à Caixa no valor total de R$ 200 milhões em quatro anos, com repasses anuais de R$ 50 milhões. 

Ou seja, existe um fundo destinado a isso, que pode acabar antes do fim programado para o programa. 

Portanto, corra para garantir o seu imóvel! 

Segundo matéria do jornal A Tribuna, em todo o Espírito Santo, são 488.653 famílias inscritas no CadÚnico.

Além disso, uma pesquisa do Tribunal de Contas do Estado (TC-ES) também indicou que há pelo menos 291 mil famílias que vivem no Espírito Santo com renda entre R$ 606 e R$ 3.636, o que corresponde a metade e até três vezes o salário-mínimo pago em novembro de 2022, quando o levantamento foi divulgado, também de acordo com reportagem do jornal.

Programa Nossa Casa x Programa Minha Casa, Minha Vida

Como dissemos anteriormente, os imóveis participantes do Programa Nossa Casa devem ser os mesmos do Programa Minha Casa, Minha Vida, que já conta com outros benefícios como:

  • Desconto (subsídio) de até R$55 mil;
  • Financiamento parcelado em até 420 meses;
  • Taxa de juros mais baixa do mercado.

Um programa não exclui ou substitui o outro. Pelo contrário: eles se complementam. 

Os recursos do Nossa Casa vem dos cofres estaduais do Governo do Espírito Santo. Já os do Minha Casa, Minha Vida, dos cofres federais. 

Desta maneira, não se preocupe em conseguir um ou outro subsídio. 

Você pode conseguir os dois!  

Por exemplo, se você conseguir um subsídio de R$ 10.000,00 no Programa Nossa Casa e de R$ 20.000,00 no Programa Minha Casa, Minha Vida, você terá a seguinte conta?

R$ 10.000,00 + R$ 20.000,00 = R$ 30.000,00 

Sim, com a soma dos dois subsídios, você terá R$ 30 mil no total para realizar o seu sonho do apartamento próprio. 

E lembrando que esse valor pode chegar até R$ 75.000,00 (R$ 20 mil do PNC e R$ 55 mil do PMCMV, que são os valores máximos que podem ser liberados pelos Governos)!

Imóveis Morar que se enquadram dentro do Programa Nossa Casa

Todos os condomínios-clube Morar do Espírito Santo possuem unidades que se encaixam no Programa Nossa Casa.

Abaixo, apresentamos duas incríveis opções de condomínio-clube em Serra e Vila Velha, mas você pode conversar com a nossa equipe de corretores para conhecer todas e saber qual se adequa melhor às suas necessidades.

Fale com um corretor agora mesmo!

Vista aérea do novo Vista do Recanto, da Morar Construtora.


Vista do Recanto Condomínio-Clube

Uma opção para quem planeja adquirir o primeiro imóvel com o benefício é o Vista do Recanto Condomínio Clube, no bairro Rio Marinho, em Vila Velha. 

São apartamentos de dois quartos e opções de planta com quintal privativo

O condomínio-clube também contará com elevador em todas as torres e uma área de lazer apaixonante.

Saiba mais informações! 

Perspectiva Vista de Porto Canoa


Vista de Porto Canoa Condomínio-Clube

Já para quem prefere o município da Serra, a Morar te convida a #MorarEmPortoCanoa com o Vista de Porto Canoa Condomínio-Clube, o seu mais recente e último lançamento na região. 

Com unidades de dois e três quartos, quintal privativo e suíte, além das tradicionais opções de lazer, o residencial inova com um espaço de autosserviço, spa automotivo, espaço pet, Fórmula Vrum para as crianças e Praça do Porto.

Saiba mais informações! 

Agora que você já sabe tudo sobre o Programa Nossa Casa, não perca essa chance de sair do aluguel! Fale com um de nossos corretores e saiba como conseguir o benefício! #VemPraMorar

Atendimento onlineAtendimento online