Simulador Minha Casa Minha Vida


B

Buscar Imóvel

Simule seu subsídio do Minha Casa Minha Vida

Realizar o sonho da casa própria pode estar perto de se realizar!

Preencha seus dados corretamente, conheça o subsídio liberado para o seu perfil e o empreendimento da Morar Construtora indicado para você:

 





R$



*Campos obrigatórios

** A informação de dependentes e/ou mais de um comprador impacta diretamente no valor de subsídio a ser calculado. Favor preencher o campo corretamente.

O que é o Minha Casa Minha Vida?

  • Possuir renda familiar bruta de até R$ 7.000,00 (sem subsídio);
  • Possuir limite de crédito aprovado pelo Banco;
  • Não ser detentor de financiamento imobiliário ativo em qualquer localidade do território nacional;
  • Não ter recebido subsídio direto ou indireto da União a qualquer tempo;
  • Não ter sido beneficiário de descontos habitacionais concedidos com recursos do FGTS a qualquer tempo;
  • Não ser proprietário, cessionário, arrendatário ou promitente comprador de outro imóvel residencial, urbano ou rural;
  • Não ser titular de direito de aquisição de imóvel residencial, urbano ou rural;
  • Não ter restrições cadastrais no CADIN ou débitos não regularizados junto à Receita Federal ou ao FGTS;
  • Participar com recursos próprios sob a forma de valor dado na entrada, seja com recursos da conta de FGTS ou recursos próprios;
  • Valor da prestação não pode comprometer mais que 30% da renda familiar bruta;
  • Imóveis novos com Habite-se emitido a partir de 26/03/2009, desde que não tenham sido habitados ou alienados, podendo ser na planta ou pronto;
  • O imóvel deve localizar-se no município da atual residência ou de trabalho;
  • A idade do proponente mais velho, somada ao prazo de financiamento, deve ser de até 80 anos, 05 meses e 29 dias.
  • Subsídio do Governo Federal de até R$ 36.945 mil, conforme a renda apresentada;
  • Menores taxas e juros bem menores em relação aos demais financiamentos imobiliários;
  • Utilização do FGTS;
  • Direito ao fundo garantidor (a CAIXA refinancia parte das prestações, caso fique desempregado);
  • Financiamento parcelado em até 360 meses (30 anos).