Deixe sua casa fresquinha no calor

Com as temperaturas cada vez mais altas, truques caseiros para refrescar o ambiente podem ser a melhor opção. Não é fácil viver em uma região onde vivemos poucos dias de inverno, não é mesmo? A média anual das temperaturas no Espírito Santo é alta, mesmo nas estações mais frias. Portanto, algumas dicas para tornar o seu imóvel mais fresco e agradável sempre são válidas. Vamos lá?

Troque as lâmpadas

Para produzir luz, as lâmpadas incandescentes, o nome já diz, produzem também calor. Substitua-as por modelos fluorescentes ou de LED – consomem menos energia e duram mais tempo.

Tecidos leves

Se o revestimento do sofá ou da poltrona é quente, como veludo, ou não absorve o suor, como o couro, o ideal é cobri-lo com uma capa ou manta feita de material mais leve e agradável ao tato, como o algodão ou seda.

Tudo branco

Paredes e cortinas brancas mais refletem do que absorvem luz. Sozinhas, não refrescam o ambiente, mas ao menos evitam que ele esquente ainda mais.

Barre a luz

O ideal é que as cortinas sejam leves e vazadas, para que a tão esperada brisinha entre mais facilmente. Nos cômodos em que o sol incide diretamente, feche o blecaute. O ideal é que a parte virada para fora seja branca, assim, a luz não é absorvida na forma de calor. Outra solução é colar uma película reflexiva no vidro, como as usadas nos carros. O sol bate e volta.

Para locais sem insolação direta, uma estratégia para refrescar o ambiente é deixar o vento que vem do exterior mais fresco. Para isso, basta prender um lençol claro e úmido na janela e mantê-la aberta. Ao passar pelo lençol, o ar quente é resfriado.

Ventiladores

 

Os ventiladores não esfriam o ambiente, mas fazem circular o ar. Ao anoitecer, quando a temperatura externa costuma ser menor que a interna, o aparelho pode ser colocado de frente para a janela, com a parte dianteira apontada para o lado de fora. “Assim, ele empurra o ar quente para fora e traz o ar mais frio para dentro”, explica arquiteto e paisagista Marcelo Faisal.

Espelho d’água

Espalhar bacias d’água pela casa funciona de verdade. A água evapora, deixa o ar mais úmido e torna a respiração mais confortável. Elas podem ficar embaixo da cama, para evitar acidentes. Troque a água diariamente – não vai querer transformá-las em criadouro do mosquito da dengue, né?

Uma opção mais bonita às bacias d’água são as fontes. A maioria delas funciona com eletricidade e não há necessidade de instalação, basta comprar e ligar.

Óleos essenciais

 

Alguns aromas trazem a sensação de frescor. Opte por óleos ou essências de limão, eucalipto ou menta. Pode-se acrescentar algumas gotas à água e passar um pano úmido no chão. Ou misturar à água e colocar em um vasilhame com spray, como aqueles usados para passar roupas, e borrifar no ar algumas vezes por dia.

Cantinho verde

Plantas dentro de casa também ajudam a baixar a temperatura. Conforme você rega a planta, ela transpira o excesso d’água, o que sobra depois da fotossíntese. Quando há várias plantas juntas, o ambiente fica mais fresco.

Funciona tanto com vasos distribuídos pela casa quanto concentrados num único canto. Se o morador optar por fazer a “área verde” perto da janela, deve escolher plantas que gostam de muita luz, como orquídea, fícus, ráfis, espada-de-são-jorge, filodendro, lírio da paz, samambaia e dracena.

“Gele” a cama

Nos verões tradicionais, a brisa noturna ajudava a acalentar o sono. Mas, desta vez, mesmo esse ventinho tem rareado. Para deixar a cama mais confortável, prefira lençóis e fronhas com 100% algodão.

Ar condicionado

 

 

As unidades dos empreendimentos da Morar Construtora que fazem parte da linha “Vista”, como o Vista do Bosque e Vista do Limoeiro, vem com preparação para ar-condicionado Split. A Morar também se preocupa com a ventilação cruzada dentro dos apartamentos. Com isso, o ar mais fresco entra no edifício onde existe brisa, o que provoca a saída do ar quente pelas janelas e aberturas no lado oposto.