Deixe sua casa fresquinha no calor

Com as temperaturas cada vez mais altas, truques caseiros para refrescar o ambiente podem ser a melhor opção. Não é fácil viver em uma região onde vivemos poucos dias de inverno, não é mesmo? A média anual das temperaturas no Espírito Santo é alta, mesmo nas estações mais frias. Portanto, algumas dicas para tornar o seu imóvel mais fresco e agradável sempre são válidas. Vamos lá?

Troque as lâmpadas

Para produzir luz, as lâmpadas incandescentes, o nome já diz, produzem também calor. Substitua-as por modelos fluorescentes ou de LED – consomem menos energia e duram mais tempo.

Tecidos leves

Se o revestimento do sofá ou da poltrona é quente, como veludo, ou não absorve o suor, como o couro, o ideal é cobri-lo com uma capa ou manta feita de material mais leve e agradável ao tato, como o algodão ou seda.

Tudo branco

Paredes e cortinas brancas mais refletem do que absorvem luz. Sozinhas, não refrescam o ambiente, mas ao menos evitam que ele esquente ainda mais.

Barre a luz

O ideal é que as cortinas sejam leves e vazadas, para que a tão esperada brisinha entre mais facilmente. Nos cômodos em que o sol incide diretamente, feche o blecaute. O ideal é que a parte virada para fora seja branca, assim, a luz não é absorvida na forma de calor. Outra solução é colar uma película reflexiva no vidro, como as usadas nos carros. O sol bate e volta.

Para locais sem insolação direta, uma estratégia para refrescar o ambiente é deixar o vento que vem do exterior mais fresco. Para isso, basta prender um lençol claro e úmido na janela e mantê-la aberta. Ao passar pelo lençol, o ar quente é resfriado.

Ventiladores

Os ventiladores não esfriam o ambiente, mas fazem circular o ar. Ao anoitecer, quando a temperatura externa costuma ser menor que a interna, o aparelho pode ser colocado de frente para a janela, com a parte dianteira apontada para o lado de fora. “Assim, ele empurra o ar quente para fora e traz o ar mais frio para dentro”, explica arquiteto e paisagista Marcelo Faisal.

Espelho d’água

Espalhar bacias d’água pela casa funciona de verdade. A água evapora, deixa o ar mais úmido e torna a respiração mais confortável. Elas podem ficar embaixo da cama, para evitar acidentes. Troque a água diariamente – não vai querer transformá-las em criadouro do mosquito da dengue, né?

Uma opção mais bonita às bacias d’água são as fontes. A maioria delas funciona com eletricidade e não há necessidade de instalação, basta comprar e ligar.

Óleos essenciais

Alguns aromas trazem a sensação de frescor. Opte por óleos ou essências de limão, eucalipto ou menta. Pode-se acrescentar algumas gotas à água e passar um pano úmido no chão. Ou misturar à água e colocar em um vasilhame com spray, como aqueles usados para passar roupas, e borrifar no ar algumas vezes por dia.

Cantinho verde

Plantas dentro de casa também ajudam a baixar a temperatura. Conforme você rega a planta, ela transpira o excesso d’água, o que sobra depois da fotossíntese. Quando há várias plantas juntas, o ambiente fica mais fresco.

Funciona tanto com vasos distribuídos pela casa quanto concentrados num único canto. Se o morador optar por fazer a “área verde” perto da janela, deve escolher plantas que gostam de muita luz, como orquídea, fícus, ráfis, espada-de-são-jorge, filodendro, lírio da paz, samambaia e dracena.

“Gele” a cama

Nos verões tradicionais, a brisa noturna ajudava a acalentar o sono. Mas, desta vez, mesmo esse ventinho tem rareado. Para deixar a cama mais confortável, prefira lençóis e fronhas com 100% algodão.

Ar condicionado

As unidades dos empreendimentos da Morar Construtora que fazem parte da linha “Vista”, como o Vista do Bosque e Vista do Limoeiro, vem com preparação para ar-condicionado Split. A Morar também se preocupa com a ventilação cruzada dentro dos apartamentos. Com isso, o ar mais fresco entra no edifício onde existe brisa, o que provoca a saída do ar quente pelas janelas e aberturas no lado oposto.

Economizar água todos os dias

Você sabia que o desperdício, junto com a poluição de mananciais, é uma dos maiores problemas que impactam no fornecimento de água potável? E o desperdício de água está em todos os lugares, nas nossas casas, na indústria e na agropecuária. Segundo o Ministério das Cidades, o desperdício de água no Brasil chega a 38,8% de toda água tratada. Em alguns estados do nordeste, esse percentual chega a 50%.

Atenta a essa realidade e consciente da necessidade de cada um fazer a sua parte, nós da Morar Construtora utilizamos técnicas e tecnologias construtivas que permitem a redução de consumo de água e desenvolvemos projetos com estrutura para captação e uso de água da chuva e de economia de água tratada.

Nós fomos, inclusive, a primeira construtora do estado a adotar a tecnologia Light Steel Frame, um sistema que chega a permitir uma redução de 80% do consumo de água, se comparado com os métodos tradicionais.

E com o lançamento do Vértice Empresarial em 2014, prédio de salas comerciais, a Morar iniciou uma nova fase em sua história, com todos os seus empreendimentos dotados de reservatórios para armazenamento de água da chuva. O volume armazenado utilizado para a irrigação dos jardins e limpeza das garagens do condomínio. Além do reservatório, as áreas comuns e a unidades entregues, possuem descargas com sistema dual flush nos vasos sanitários e torneiras com arejadores, um recurso onde a água sai em um fluxo menor, evitando desperdícios. As unidades também são entregues com sistema individual de água.

Para Plínio Machado, Analista de Qualidade da Morar. “Todos esses cuidados em evitar o desperdício, proporcionam um consumo menor de água nos condomínios e consequentemente, gera custos menores para os moradores. Com este sistema de armazenamento, por exemplo, podemos usar uma água que não é potável, onde não é necessária água tratada, a um custo irrisório. E ainda tem a preocupação ambiental, que é o mais importante, pois sabemos que não estamos desperdiçando um recurso tão importante”.

E você, se identifica com a Morar e também procura economizar o máximo de água em seu dia a dia? Confira algumas dicas de economia de água em casa.

  • Cheque vazamentos em canos e não deixe torneiras pingando. Um gotejamento simples, pode gastar cerca de 45 litros de água por dia.
  • Deixe pratos e talheres de molho antes de lavá-los.
  • Aproveite a água da chuva para aguar as plantas e o jardim. As plantas absorvem mais água em horários quentes, então molhe -as de manhã cedo ou no fim do dia.
  • Feche a torneira quando estiver escovando os dentes ou fazendo a barba. Só abra quando for usar. Uma torneira aberta por 5 minutos desperdiça 80 litros de água.
  • Em vez da mangueira, use vassoura e balde para lavar patios e quintais. Uma mangueira aberta por 30 minutos libera cerca de 560 litros de água.
  • Reaproveite a água da sua máquina de lavar para lavar a calçada.
  • Saber ler o hidrômetro é muito simples e pode ajudar a detectar problemas como vazamentos, percebidos pelo
  • consumo fora do normal.
  • Não tome banhos demorados, 5 minutos são suficientes. Uma ducha durante 15 minutos consome 135 litros de água.
  • Antes de lavar pratos e panelas, limpe os restos de comida com uma escova ou esponja e jogue no lixo.

Morar 360 Experience

Você já ouviu falar da experiência em 360 graus? Que tal passar por uma experiência inovadora e imersiva? A Morar acaba de lançar, em primeira mão no mercado capixaba, o Morar 360! Através do uso de óculos especiais você vai ter a oportunidade de conferir os imóveis da Morar em realidade virtual, sendo transportado para um cenário novo em 360 graus. Além de uma experiência única e tecnológica, o objetivo é que o cliente possa conhecer cada cantinho do seu novo apartamento ou da localização que vai morar.

Os vídeos são captados do ponto de vista do olho humano mostrando todos os ângulos de uma imagem. Para uma melhor experiência você pode assistir através de um aplicativo 360º ou de um óculos de realidade virtual que ativa ainda mais sua percepção.  Já na internet você consegue girar a imagem com o mouse para qualquer ângulo de visão a partir do centro do enquadramento.

Venha até nosso estande conhecer essa novidade: Avenida Civit, em Laranjeiras – em frente ao Carone Mall. A realidade virtual te espera!

                   

Para ter a melhor experiência possível, o ideal é ir até o estande para estar com óculos de realidade virtual feito especificamente para suportar a tecnologia. Porém, se quiser conferir primeiro em casa, siga o passo a passo abaixo para ter o primeiro contato com essa novidade sem sair de casa!

Contrastes de cores para ambientes mais dinâmicos

Que tal inovar? As cores sólidas dos ambientes podem dar lugar a outras cores e texturas. Hoje temos uma quantidade de tons e cores que não haviam no passado. Com a combinação certa, isso pode valorizar seu espaço pessoal.

Mas como saber qual tinta vai combinar com seu sofá laranja ou aquele quadro com tons de verde? Basta seguir algumas receitas e combinar cores complementares ou análogas para criar contrastes de cores para ambientes mais dinâmicos.

Mas o que são essas cores?

As cores complementares são aquelas opostas uma da outra. Tons azulados com tons avermelhados, verde e amarelo com lilás ou rosa…

 

Já as análogas são as cores “irmãs”. Aquelas que ficam lado a lado com diferenças sutis entre elas. Laranja e vermelho, lilás e rosa, azul e verde…

Criando ambientes

Tenha em mente qual a atmosfera do seu ambiente. Pesquise quais cores combinam com ele. Por exemplo: azul acalma, o amarelo provoca sensações de alegria, e o verde é repousante. Esses efeitos são mais ou menos intensos, dependendo da tonalidade usada.

Depois de escolher a cor principal, lembre-se de não usar em exagero, pois assim não haverá dinamismo. Agora é hora de selecionar uma cor que contraste ou complemente a primeira.

Com uma cor que contrasta bem com a cor dominante, você estará criando um “ponto focal” na percepção do espaço, que quebra a monotonia e pode chamar atenção para o elemento contrastante.

Mas não se restrinja somente a opção das cores complementares para compor o seu ambiente, há como criar composições interessantes utilizando cores vizinhas do circulo cromático com as cores análogas.

Você pode combinar dois pares de complementares simultaneamente, e também compor cores análogas com outra oposta do circulo cromático, e por aí vai. E ainda dá para usar na composição de tapetes, almofadas ou abajures com estampas que compõem o conjunto.

Decoração: Casa de Praia

O Brasil é um país tropical repleto de praias paradisíacas que faz com que muitos queiram construir suas casas em suas margens para desfrutar de momentos únicos com a família e amigos. As casas de praia podem ser decoradas sem ter aquela formalidade tornando um ambiente sério. Sendo assim, podem ser mais descontraídas, alegres, aproveitando a luz ambiente que influencia na decoração usando tons mais claros.

 

5

O ambiente tem que transmitir uma sensação de aconchego, conforto e descanso com disposição dos móveis que sejam práticos.  O reaproveitamento de materiais como os palhetes, madeiras de construção é recomendável, porque traz ao ambiente um clima rústico e acolhedor, além de ser sustentável.

7

8

9

Evitem móveis, utensílios, objetos de ferro ou metal por causa da maresia que com o tempo corrói. Por ser casa de praia, é aconselhável que sejam de madeira ou também de alumínio para evitar o desgaste aproveitando a durabilidade deles.

 

Como exemplo, um dos nossos condomínios de casas, o Aldeia Manguinhos que fica localizado no Balneário de Manguinhos na Serra, tem sua decoração toda voltada em madeira. A mesa, cadeiras, os pilares e a maioria dos mobiliários.

s

A varanda gourmet utiliza móveis rústicos com tons terrosos. O espaço é muito bom para receber amigos e familiares depois de um dia na praia.

ss

As cadeiras e o aparador feitas em madeira para evitar corrosão devido à maresia e dão um charme na decoração.

 

a

f

l

re

Use tecidos náuticos e fibras sintéticas para não ter a preocupação em molhar os estofados e também os tecidos vulcoro ou napa que são fáceis de limpar e são mais higiênicos.

 

1 2

3

10

12

13

11

 

Já consegue imaginar como irá ficar sua casa de praia?

Aproveite bem sua casa para receber parentes e amigos para se divertirem no ambiente que você planejou.

 

Fontes:Portobello    Zap Revista     Blog de Decorar

Quer mudar? Renove os cômodos trocando apenas a cortina

Quer dar uma cara nova à casa? Que tal trocar apenas a cortina? Sim, ela pode fazer uma grande diferença no visual. Mas a sua escolha não é tão simples quanto parece. Para evitar erros e arrependimentos, confira as dicas da arquiteta Patrícia Cillo, do escritório Figolli-Ravecca, e da designer de interiores Bianka Mugnatto, da Interart Interiores.

A arquiteta Patrícia alerta que cortinas escuras podem desbotar com o contato com o sol. “Por isso, é importante escolher um tecido pré-lavado. Para evitar o desbotamento, muitas vezes é necessário contar com um forro atrás da cortina, que pode ser de linho, por exemplo”, ensinou.

Cores claras

6

Cortinas de cores claras ajudam a conferir amplitude e leveza. A arquiteta Vivian Coser, do VCS Projetos, apostou em modelo de seda pura.

7

Pensando em barrar a entrada de luz com suavidade, a arquiteta Daniela Velloza e a designer de interiores Virgínia Velloza, do escritório DV Design, elegeram a cortina romana clara, da Uniflex Plaza Sul.

 

8

Uma sugestão da designer de interiores Bianka é adicionar um toque de cor por meio de xales. “Podem ser trocados em cada estação, por exemplo. Podem ser ainda alinhados com as almofadas, fica uma composição linda.” Na foto, a designer de interiores Adriana Fontana escolheu xale franzido cinza para compor com a cortina branca.

 

Cores escuras 

9

Quem disse que cortina tem que ser clara? As escuras também são bem-vindas e deixam o ambiente mais intimista, como mostra a sala assinada pela designer de interiores Tata Wu, com cortina feita de voil de poliéster da Uniflex Plaza Sul. “Pensei no voil, pois queria um tecido leve. As listras ajudam a suavizar a cortina e dar mais leveza ao ambiente. O contraste foi essencial para a harmonia da decoração”, comentou a designer.

 

10

Vale lembrar que os tecidos sintéticos são mais resistentes ao sol”, comentou a designer de interiores Bianka. Na cada de praia assinada por elas, as cortinas da sala são de tecido sintético justamente por ser resistente à maresia e à luz natural, contando com textura e aspecto de linho natural. Como o pé-direito do living é duplo, a cortina é acionada por controle remoto.

 

Estampas

11

Cortina floral confere ar romântico. Lisa ou listrada torna o espaço contemporâneo. Lisa com tecido diferenciado ou com estampa gráfica deixa o visual despojado. Sim, a cortina pode ser estampada, mas essa escolha requer mais cuidados. “Fazer tudo estampado, como cortina, sofá e tapete, pode deixar o ambiente cansativo e nada agradável. Tentaria equilibrar os tecidos: se quiser usar uma cortina mais estampada, aposte num sofá e numa parede mais neutra e use nas almofadas o mesmo tecido das cortinas. Pode ficar uma combinação bem elegante”, recomendou a arquiteta Patrícia.

 

12

A estampa também pode marcar presença na cortina e em outro item ao mesmo tempo, como papel de parede ou poltrona. “Pode-se compor listrado com floral, xadrez com floral, textura com floral, formas geométricas com listrado. Não há uma regra específica e várias combinações e efeitos são possíveis num ambiente” comentou a designer de interiores Bianka. No ambiente da foto, assinado pela arquiteta Solange Guerra, o tecido com listras da cortina cai bem com o de folhagens da poltrona.

 

Blackout

13

Para mais privacidade e evitar reflexos na televisão, a sala de TV e os quartos pedem menor luminosidade. Sendo assim, é interessante apostar em um forro para eliminar a claridade. O escritório Figolli-Ravecca apostou em uma cortina leve, que deixa a claridade entrar no apartamento, além da seda rústica forrada, que confere o efeito de blackout.

Praticidade

14

O varão é um dos suportes mais usados e é bastante prático. “Possui um acabamento bacana e não precisa de cortineiros e nem de bandôs. O trilho, se estiver embutido no gesso, faz muito bem a função”, comentou a designer de interiores Bianka. No dormitório da menina, idealizado pelo escritório Figolli-Ravecca, a cortina de voil branco está colocada no varão e conta com um móbile de fada para dar um ar romântico e feminino.

 

Fonte: Terra Dicas de Decoração

Redução de barulhos e melhor acabamento

De olho nas novas tecnologias que permitem oferecer mais conforto aos moradores de nossos empreendimentos, optamos pela implantação do método construtivo Light Steel Frame na construção do condomínio de casas Aldeia Imperial Colatina, no noroeste do Estado, e Aldeia Manguinhos, localizado na praia de Manguinhos, na Serra. Trata-se de um método utilizado há mais de 100 anos nos EUA e na Europa, sendo que no Brasil ele é empregado há mais de 12 anos em unidades residenciais e comerciais. Entre os seus principais benefícios estão o melhor acabamento e o isolamento térmico e acústico.

Light Steel Frame, método construtivo do Aldeia Imperial Colatina. Morar Construtora.

Na prática, isso significa uma redução no incômodo decorrente da utilização de aparelhos de som pelo vizinho, entre outros barulhos. O sistema Light Steel Frame permite oferecer uma estrutura que cria uma resistência que suporte até 55 decibéis, o equivalente a uma parede de bloco de concreto de 20 centímetros de espessura. As paredes das casas são compostas por placas de OSB que formam um painel estrutural feito em tiras de madeiras ecologicamente corretas. Essa etapa é revestida por uma membrana de polietileno e placas cimentícias que atuam como barreiras termo acústicas e contra a umidade.

Já o revestimento da parede (interna) é feito com lã mineral com alta performance termo acústica, além de aplicação de placas de gesso acartonado para fechamento da estrutura metálica. Com isso ocorre um isolamento que permite evitar o incômodo de barulhos externos e mantém a temperatura interna da casa adequada ao morador, reduzindo inclusive o consumo de energia elétrica.

 Estamos atentos à inovação e buscamos sempre novas formas de melhorar a qualidade de vida dos moradores de nossos empreendimentos. Saiba mais sobre os nossos produtos em nosso site: morar.com. Leia também nosso post sobre aquecimento solar.

Energia solar: uma alternativa sustentável

Utilizar uma energia limpa, ou seja, que não agride a natureza e ainda economizar no final do mês é uma realidade para quem utiliza a energia solar.

De acordo com uma pesquisa do Instituto Vitae Civilis, o Brasil, por sua localização e extensão territorial, recebe energia solar da ordem de 1013 MWh (mega Watt hora) anuais, o que corresponde a cerca de 50 mil vezes o seu consumo anual de eletricidade. Para um país como o Brasil, a captação de energia solar é uma realidade viável e muito econômica.

 Aldeia Imperial Colatina - Morar Construtora

A sustentabilidade e compromisso com o meio ambiente são preocupações da Morar Construtora e fazem parte de todos nossos projetos. No empreendimento Aldeia Imperial, em Colatina, todas as casas apresentam sistema de aquecimento solar, que distribui água aquecida para as torneiras dos banheiros e chuveiros das casas modelo A e B e na cozinha e banheiro da casa C. A proposta é sempre oferecer mais conforto aos moradores de forma limpa, desde a construção até o dia a dia da vida em condomínio.

Para termos uma ideia mais próxima da realidade, uma residência com 4 pessoas e consumo estimado de 350 Kwh/mês, a instalação de um sistema solar reduz em média 130 Kwh/mês, o que representa 40% do consumo.

Banheiro da suíte do casal - Aldeia Imperial Colatina, Morar Construtora

O projeto de instalação de sistema de aquecimento de água por energia solar das casas do Aldeia Imperial, foi desenvolvido e está sendo executado por uma empresa especializada e tradicional com bastante experiência no assunto, a Engeart. O sistema é constituído de um reservatório térmico vertical com capacidade para 400 litros localizado na área de serviço e 3 coletores solar localizados no telhado.

 

Funcionamento do sistema

As placas coletoras são responsáveis pela absorção da radiação solar. O calor do sol, captado pelas placas do aquecedor solar, é transferido para a água que circula no interior de suas tubulações. O reservatório térmico, também conhecido por Boiler, é um recipiente para armazenamento da água aquecida. São cilindros de inox, isolados termicamente com poliuretano. Desta forma, a água é conservada aquecida de forma eficiente para consumo posterior.

Área externa Aldeia Imperial Colatina - Morar Construtora

A Morar mais uma vez reforça o seu compromisso com os clientes e com o meio ambiente entregando um empreendimento que une sustentabilidade e qualidade! Saiba mais sobre a técnica de captação de energia solar visitando o Aldeia Imperial em Colatina. Todos os dias das 08 às 18h.